• 4 razões para fazer qualificação de fornecedores

    Compartilhe em suas redes!

    A qualificação de fornecedores é um ponto importante para a gestão da empresa, afinal, toda organização necessita de parceiros que as possam ajudar fornecendo produtos e serviços de acordo coma suas expectativas e especificações, com confiabilidade garantida. Além disso, devem conhecer de onde vem esses produtos, por quais processos eles passam e de que maneira são produzidos e entregues. A imagem e os resultados de sua empresa estão diretamente ligados aos seus fornecedores e quanto mais estreita é esta relação, melhores são os resultados.

    O que é qualificação de fornecedores?

    Esse processo é a confirmação de que os fornecedores da sua empresa, sejam eles fabricantes, prestadores de serviços, distribuidoras ou transportadoras, cumprem as especificações solicitadas e conseguem garantir suas entregas.

    Em geral, chamamos de Qualificação de Fornecedores todo um processo que pode passar por essas e outras etapas:

    • Seleção;
    • Qualificação;
    • Avaliação;
    • Monitoramento;
    • Reavaliação.

    Todo o processo de qualificação deve ser acompanhado por uma equipe especializada, que pode envolver as áreas de cliente, compras, gestão da qualidade, engenharia e desenvolvimento, compliance, dentre outras. Segundo Natali Alves, assistente administrativa da Qualylife Brasil, responsável pela análise de documentação de fornecedores de empresas como Air Liquide e Construcap:

    ”O responsável pelo processo de qualificação de fornecedores deve ser proativo, apoiar os fornecedores e assegurar que se cumpra a entrega de toda a documentação, cada etapa deve ser executada com cuidado, elas representam segurança e redução de riscos no processo de fornecimento”.

     Os pilares para qualificar fornecedores

    Cada empresa costuma estabelecer seus próprios critérios de qualificação de fornecedores, mas, em geral, eles passam pelos seguintes pilares:

    qualificação de fornecedores

    • Qualidade: o relacionamento entre cliente e fornecedor só se solidifica caso tenha qualidade. Ou seja, a avaliação desse ponto deve ser baseada em necessidades e exigências do comprador. Este também tem a responsabilidade de avaliar as melhorias alcançadas.
    • Custo: verificar se os custos estão de acordo ou não com o mercado, sempre em busca de redução dos mesmos. O cliente deve sempre compará-los, conferindo se há coerência nos valores propostos por seus fornecedores. Os compradores por outro lado, precisam ter coerência na exigência de reduções de custos versos suas especificações e expectativas.
    • Pontualidade: é importante que haja uma cultura de pontualidade de entrega do fornecedor. Atrasos de fornecimento não são tolerados na atualidade, em especial para produtos físicos, já que a maioria das empresas consumidoras não possuem mais amplos espaços de estoque e armazenamento.
    • Inovação: quando há um espírito inovador no fornecedor, o cliente fica mais interessado em manter negócios com ele. A inovação é o único caminho que permite fechar a equação de custos e qualidade.
    • Flexibilidade: está relacionada a reação, tanto do cliente quando do fornecedor às mudanças do mercado, a novas exigências do cliente e adaptação a novos ambientes de negócios.
    • Produtividade: É a relação de valor dos produtos e/ou serviços oferecidos, sobre o custo. O aumento da produtividade é outra medida capaz de equilibrar custos, qualidade, prazo de entrega e preço final.
    • Instalações: instalações adequadas, atualizadas, seguras e produtivas representam maior confiabilidade, menor número de falhas de qualidade e estrago, aumentando, portanto, a produtividade e a capacidade do fornecedor em honrar seus compromissos de fornecimento.
    • Capacitação gerencial e financeira: considerar se o fornecedor possui uma estrutura organizacional sólida e checar também se a capacidade financeira da empresa é saudável, garantindo que haja, por exemplo, capital de giro para atender aos pedidos, nível adequado de endividamento, balanços positivos, etc…

    4 razões para fazer qualificação de fornecedores

    1. Gerenciar riscos e proteger sua marca 

    Inspeções, testes, treinamento, verificação e certificação são meios para garantir a capacidade de gerenciar riscos. Além disso, também demonstra o nível de desempenho exigido em cada parte da cadeia de suprimento.

    Natali Alves, do departamento administrativo e que cuida da qualificação de fornecedores de alguns de nossos clientes, completa: “A avaliação de fornecedores prevê como finalidade a redução de riscos para que o escopo do projeto, serviços ou produção sejam cumpridos integralmente e sem eventuais problemas nas partes técnicas, legais e contratuais”.

    2. Selecionar os fornecedores certos

    Com a qualificação de fornecedores, é possível encontrar aqueles que estejam de acordo com as especificações e compliance, ou seja, que atendam suas necessidades, assim como requisitos de qualidade, de segurança e de caráter ético, aplicáveis ao setor de atuação da sua empresa.

    Daniel Sanches, diretor da Qualylife AL, ressalta: “Os fornecedores são fundamentais na cadeia de valor de qualquer empresa “Quem compra bem, vende bem”, já diziam os mais velhos. O problema é que muitas empresas dão atenção apenas aos custos de fornecimento e a questões jurídicas muito elementares. Dessa maneira desconsiderando os diversos outros riscos envolvidos nesta relação. Muitas empresas já pagaram muito caro, seja na justiça comum ou do trabalho em função dos riscos associados aos seus fornecedores… Lembram do caso de uma empresa do ramo da moda em que seus fornecedores estavam envolvidos com trabalho escravo?”. Este é um dos riscos evitados com a qualificação de fornecedores.

    3. Gerenciar o desempenho de seus fornecedores

    A fim de garantir o desempenho e a entrega dos seus fornecedores, as auditorias e os testes entram em ação. Assim, critérios de qualidade, segurança e questões ambientais e sociais são avaliados de maneira correta.

    Uma prática da Qualylife nesse ponto também é oferecer relatórios regulares e que apresentem recomendações para melhorias em procedimentos.

    4. Garantir que seus fornecedores estejam em conformidade com as regulamentações legais

    Com a ajuda de uma equipe especializada e com conhecimento atualizado das normas e regulamentações exigidas em todo o mundo, a sua empresa consegue assegurar que seus fornecedores cumpram todas as suas obrigações ou pelo menos reduz significativamente os riscos de fornecimento e de prejuízos financeiros diretos e associados à marca de sua empresa.

    Daniel Sanches fala a sobre como a Qualylife pode colaborar com sua empresa neste processo “A Qualylife detém o know-how e muita experiência na avaliação e qualificação de fornecedores. Atuando com o domínio das exigências atuais, das normas internacionais de gestão, do conceito de risco e da disponibilidade de auditores, seja para auditorias in loco, ou para análise remota. Tudo isso é oriundo de 15 anos de atuação no seguimento, acumulando milhares de horas de auditorias. Além de profissionais competentes e um processo que representa economia e confiabilidade aos clientes”.

    Para conhecer mais sobre nós, acesse: http://qualylife.com.br

    E se estiver em busca de qualificar os seus fornecedores, clique aqui para saber mais.

    Elaborado por:
    Daniel Sanches – Diretor Qualylife AL
    Rafaella Guita – Departamento de Marketing

    Deixe uma resposta