• A reputação nas empresas: você sabe como está a sua?

    Compartilhe em suas redes!

    Percebeu-se, nos últimos anos, um aumento do número de avaliações da reputação nas empresas no mercado. Para isto, utilizam uma série de serviços e pesquisas de Inteligência de Mercado, como o Cliente Oculto e a Pesquisa de Satisfação dos Clientes.

    Em um mundo de constante mudanças, o consumidor atua mais engajado do que nunca para avaliar as empresas. E, com as redes sociais, ele pode fazer isso de qualquer lugar e a qualquer momento. Um deslize e sua reputação “vai por água abaixo” em poucos segundos.

    A reputação nas empresas como carro chefe das vendas

    Temos diversos aplicativos e sites onde as pessoas podem avaliar todos os produtos e serviços prestados por uma empresa. Um grande exemplo disto é o Reclame Aqui, onde encontramos avaliações que vão desde o ‘péssimo’ ao ‘RA1000’, a maior pontuação possível.

    Além disso, outras plataformas trabalham com estrelas, avaliações escritas, pontuações, pesquisas ao telefone, SAC… Enfim, há uma infinidade de opções para classificar uma empresa e isto fica gravado para todos acessarem por tempo indeterminado.

    Isto é, toda compra só acontece depois de muita pesquisa, a reputação nas empresas conta muito! Por isso, aqui vão 5 passos para manter as boas notas e as vendas lá no alto:

    1. Esteja sempre conectado com o seu consumidor;
    2. Seja disponível e colaborativo;
    3. Entenda qual é a atmosfera ao seu redor;
    4. Aja rápido e de forma concisa.

    Como saber que a minha reputação está ruim?

    Quando estamos engajados em nossas tarefas do dia a dia, com muito vigor e vontade, é raro que percebamos, de prontidão, que algo vai mal.

    Muitas vezes, o ego de “somos os melhores”, fecha a nossa visão para erros simples e corriqueiros, que podem ser consertados rapidamente.

    Por este motivo, fique atento a estes sinais, pois eles podem indicar que sua reputação não está lá essas coisas:

    • Olha-se tanto para dentro, que esquece de ver o que está ao redor;
    • As avaliações estão cheias de notas baixas e as reclamações se tornaram mais extensas;
    • Vocês não conseguem atender às novas demandas do mercado;
    • Aumento de trabalho para os resolvedores de problemas;
    • Falta de visão para antecipar erros.

    Os riscos estão em todos os lugares, então não se deixe pegar de surpresa e entrar em uma sequência de eventos ruins.

    Trabalhe a imagem da organização como um todo

    O engajamento aqui é geral e deve ser incentivado principalmente por gestores e líderes.

    Por exemplo, se sua empresa trabalha com vendas presenciais, é claro que seus colaboradores devem estar uniformizados ou vestidos de maneira apropriada. Além disso, a linguagem e a postura têm de ser padronizadas, pois a credibilidade se constrói em cada passo do funil de vendas.

    Também é importante focar em pontos como limpeza e design do ambiente de trabalho, regras a serem seguidas e conhecimento do código de ética e conduta da empresa.

    Em outras palavras, cada pequeno detalhe participa da construção da reputação da sua empresa.

    Monitore para encantar

    Qual é a marca que a sua organização está deixando nas pessoas? Você está entregando tudo que é proposto?

    E as respostas para estas perguntas, você só terá de uma forma: monitorando!

    Desta forma, monte uma equipe estruturada para analisar, atender e relatar. E aqui não estamos falando de ações voltadas somente aos seus consumidores, mas também aos seus colaboradores e parceiros. Afinal, todos eles fazem parte do reconhecimento que a sua empresa tem no mercado.

    Nesse sentido, segue alguns meios de melhorar sua reputação através da avaliação:

    reputação nas empresas

    Quanto mais engajada sua empresa for, melhor vai ser a sua reputação e por mais tempo ela durará. De fato a Disney é um exemplo disto, pois após tantos anos, ainda inova e encanta a todos, sendo uma referência mundial.

    E se você procura por mais artigos organizacionais para melhorar processos na sua empresa, clique aqui.

    Não se esqueça de se cadastrar no formulário ao lado para receber nossos artigos semanais via WhatsApp.

     

    Deixe uma resposta